Rio Grande do Norte

Música

Músicos potiguares lançam novas produções nas plataformas digitais

Artistas colocam no ar seus projetos durante quarentena e dão um verdadeiro presente ao público

Brasil de Fato | Natal (RN) |
Felipe Nunes, artista sergipano radicado no RN há sete anos, onde faz sucesso na noite alternativa, lança seu projeto solo após um ano de produção - Augusto Junior / Reprodução

Em tempos de isolamento social, muitos artistas tiveram que interromper seus trabalhos corriqueiros, considerando que grande parte de suas atividades é exatamente aglutinar pessoas, como no caso dos músicos e seus shows.

Mas isso não quer dizer que no universo da música não haja novidades. Os lançamentos na música potiguar continuam acontecendo, sendo um verdadeiro presente para o público.

Entre as produções locais, destacamos o EP "Entropykos", do cantor e compositor Felipe Nunes. O artista, que vem desenvolvendo um trabalho já bastante reconhecido com a banda Tríade Rebelde e o projeto Agô, nos apresenta seu primeiro registro solo. 

Lançado no dia 3 de abril, o álbum traz cinco canções e um time de peso de músicos participantes, como Tiquinha Rodrigues (rabeca), Kleber Moreira (percussão) e Heather Dea Jennings (flauta). As faixas do álbum condensam todas as referências - tanto musicais, quanto reflexivas - do Felipe, trazendo toda sua identidade, bagagem cultural e ancestralidade.

As músicas de "Entropykos" tiveram produção de Pedras Leão e possuem o selo Rizomarte Records, responsável por lançar sucessos como Luísa e os Alquimistas. O material está disponível nas plataformas digitais, como Deezer, YouTube Music, Google Play, Apple Music e Spotify.

Já no dia 9 de abril, a multiartista Silvia Sol lançou o primeiro single do seu álbum "Janelas de Tráfego", que está em fase de finalização e tem lançamento previsto para maio. A composição Canção da Fogueira também está disponível nas principais plataformas de streaming musical. 

Silvia, com sua voz marcante, presenteia o público, que aguarda ansiosamente seu primeiro disco após 14 anos de carreira. A canção de estreia também contou com a participação de importantes músicos da cena potiguar como Diego Brasil (arranjo e violão 7 cordas), Bruno Cirino (sanfona) e Sami Tarik (percussão). 

O mais recente lançamento potiguar da quarentena é o de MC Leozinho do BA, nome importante do "funk consciente" não só no estado, mas no Brasil. Leozinho, que havia lançado o excelente "Helena" no ano passado, apresentou ao público no último dia 15 de abril o EP "T’Challa – Quarentena em Wakanda", gravado e produzido durante o período de isolamento social. São quatro faixas com referências que vão do universo da Marvel ao BBB, passando pela história do povo negro, referência forte de seu trabalho, que vale muito a pena conhecer.

 

Edição: Isadora Morena